contato
Home O que é o PET Quem Somos Egressos Atividades Novidades Produção Intelectual Relatórios Links
 
Cervejaria da Liberdade: construção discursiva e cultural
Pesquisador(es): Luís Henrique Paiva Coelho
2/6/2016 a 2/6/2017  (Em andamento)

No ano de 1881, chega à cidade de Uberaba o imigrante italiano Paschoal Totti. Em 1888, constrói a primeira casa em volta da praça Comendador Quintino, no bairro Estados Unidos, estabelecendo ao lado dessa, no ano seguinte, o que seria a primeira cervejaria do município, e uma das primeiras do país, a Cervejaria da Liberdade. Em 1915, não satisfeito com apenas uma, Totti cria mais uma cervejaria e obtém grande sucesso com a cerveja "Tosca".

Download PDF
Romances brasileiros e seus leitores no âmbito da Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM).
Pesquisador(es): Jéssica Araujo Pires
2/6/2016 a 2/6/2017  (Em andamento)

O foco desta pesquisa está no interesse literário dos discentes e dos docentes da Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM) para com os romances nacionais. O Brasil é um país bastante influenciado por diversas culturas de outras nações. Isso ocorre praticamente em todos os campos do país, incluindo no campo literário. Muitas vezes, por conta dessa influência, a literatura brasileira é ofuscada pela a literatura estrangeira. Paira, em razão disso, alguns questionamentos a respeito: Quanto tem sido o interesse dos alunos e dos professores da UFTM pelos romances nacionais? Eles preferem os romances estrangeiros ou os romances brasileiros? A diferença de preferência é significativa? Há uma grande variação de interesse dos discentes em relação aos docentes da universidade?A idade e a área de atuação do indivíduo influenciammuito no nível de interesse?

Download PDF
Ambiguidade e vagueza em manchetes da primeira página do jornal Folha de S. Paulo publicadas no século XXI
Pesquisador(es): Lívia Pirochetti Casari
30/9/2015 a 30/9/2016  (Em andamento)

A ambiguidade e a vagueza são consideradas pela gramática normativa como
“problemas” de escritas. Outras vezes, a noção de ambiguidade é confundida (FERREIRA,
1994, MOURA, 1996, CANÇADO, 2005) com a noção de vagueza, com a ideia de duplo
sentido ou com indeterminação semântica. Tais noções podem até se cruzarem em algum
ponto, mas se diferenciam em muitos outros (CANÇADO, 2008, 2013). A partir das noções
de ambguidade e vagueza de Cançado (2008) analisaremos a presença de tais fenômenos
em manchetes de primeira folha do jornal Folha de S. Paulo no século XXI.

Download PDF
Indícios de Normalização em Traduções de “The Great Gatsby”
Pesquisador(es): Lívia Rodrigues de Lima
30/9/2015 a 30/9/2016  (Em andamento)

A partir da expansão da popularidade de um determinado produto no mercado, sua procura aumenta. Acompanhamos esse exemplo com a obra do escritor americano F. Scott Fitzgerald, The Great Gatsby, que em 2013 ganhou uma adaptação cinematográfica com o ator Leonardo DiCaprio e impulsionou ainda mais o mercado literário de uma obra que já contava com 50 anos de mercado brasileiro. Entretando, se levarmos em conta o principal motivo para o tradutor William Lagos, que já havia realizado uma tradução da obra em 2004, realizar novamente uma segunda tradução em 2013, pensamos em recontextualização. Podemos considerar que a finalidade da publicação atual era a de deixar o texto mais acessível para novos leitores e a partir desses dois exemplares podemos analisar se o contexto influência na tradução e utilizar uma abordagem baseada nesse corpus, que forneceria os instrumentos eficazes para auxiliar nossa investigação da natureza da linguagem da tradução.

Download PDF
Espaço e Construção da Personagem no livro “As meninas” de Lygia Fagundes Telles
Pesquisador(es): Marcella Adrianny Monteiro e Silva
30/9/2015 a 30/9/2016  (Em andamento)

Este trabalho analisa o espaço e a construção dos personagens na obra “As meninas” da autora Lygia Fagundes Telles. Será utilizado como base teórica o livro Espaço e Literatura: Introdução à Topoanálise (BORGES FILHO), buscando construir a espacialidade dentro da obra literária, pois é ela que permite estabelecer um conhecimento maior entre os personagens, relações, pensamentos, atitudes e desejos humanos.

Download PDF
O empenho dos afetos nas personagens de Don Juan e Don Gonzalo na obra Don Juan Tenorio de José Zorrilla
Pesquisador(es): Sthephany de Sousa Coelho Netto
30/9/2015 a 30/9/2016  (Em andamento)

O presente trabalho visa analisar como se dá o empenho dos afetos, discutidos por Aristóteles em sua Retórica, nas personagens Don Juan e Don Gonzalo na obra Don Juan Tenorio de Jose Zorrilla. Além da análise dos afetos, também visamos constatar se o drama de Zorrilla pode ser considerado uma emulação do drama El burlador de Sevilla de Tirso de Molina, que foi o primeiro a trazer essas personagens para o teatro espanhol.

Download PDF
Um estudo discursivo das crônicas de Gregório Duvivier
Pesquisador(es): Dandara Adrien Aveiro
19/5/2015 a 19/6/2016  (Em andamento)

Com textos críticos e irônicos, Duvivier escreve, com bom humor, crônicas interessantes que despertam, naqueles que as leem, questionamentos a respeito de temas cotidianos. E é com base nesse autor e em sua escrita que nossa pesquisa irá se basear. Mobilizando o quadro teórico-metodológico da Análise do Discurso de linha francesa (doravante AD), propomos analisar, neste trabalho, o gênero crônica mobilizando, para isso, principalmente os conceitos de estilo, autoria, ethos e cenografia, vinculados aos textos de Gregório Duvivier e associados ao gênero em questão.

Download PDF
As relações semântico-lexicais em textos por Gregório Duvivier
Pesquisador(es): Letícia Alvarenga de Paula
16/5/2015 a 21/7/2017  (Em andamento)

Neste trabalho nos ocuparemos, mas, especificamente, da coesão referencial, que nas palavras de Koch (1991, p. 31) trata-se daquela “em que um componente da superfície do texto faz remissão a outro(s) elemento(s) nela presentes ou inferíveis a partir do universo textual.” Atentaremo-nos aqui para a coesão referencial lexical, que pode aparecer das mais várias formas, dentre elas, por exemplo, sinônimos, nomes genéricos, hiperônimos e hipônimos.
Por esse motivo, escolhemos analisar a referenciação lexical em um corpus composto por crônicas publicadas em uma coluna da Folha de S. Paulo, escritas por Gregório Duvivier. Cabe, ainda, mencionar que em nosso trabalho além dos propósitos de análises referenciais, pretende-se também investigar como essas formas remissivas podem, por exemplo, estabelecer sentidos de humor e criticidade ao discurso.

Download PDF
Novas formas de discurso e textualidade: um estudo sobre leitura através do Facebook
1/2/2012 a 1/2/2013  (Concluído)

Nos últimos anos, com o avanço das tecnologias, multiplicaram-se as práticas comunicacionais disponibilizadas pela internet: e-mails, redes sociais, MSN, blogs, twitter, são “espaços” presentes na web que se prestam a diferentes funções (informar, emitir opiniões, falar de si, entre outras). Nos blogs (ou diários virtuais), por exemplo, os escreventes expressam seus pontos de vista sobre diversos assuntos, muitas vezes, assuntos polêmicos que entram e saem das mídias, ou ainda, sobre si mesmos, sobre suas convicções, que podem ser lidos por qualquer pessoa que tenha acesso à internet. Os limites entre o público e o privado confundem-se e embaralham-se provocando diferentes efeitos, novas formas de construção de subjetividades. De acordo com Maingueneau (2010), a Web não é apenas o lugar que possibilita a emergência de novos gêneros, ela “transforma as condições de comunicação, o que se considera gênero e a própria noção de textualidade” (p.132). Isso porque a concepção de gêneros e a compreensão de como esses devem ser analisados são reguladas por um mundo em que o impresso prevalecia, o que hoje não acontece mais. Dessa forma, as leituras que têm como suporte a internet provocam novos modos de leitura, mais abertos, em que a caminhada interpretativa do leitor distancia-se da “hierarquia” das divisões comuns do livro impresso (palavra por palavra, frase por frase e etc.), porém sem desrespeitar as “regras” que surgem desse meio interativo. É importante, pois, investigar o que seria a transformação de textualidade de que fala Maingueneau (op. cit.), que recursos (linguísticos e icônicos) são mobilizados para a produção/circulação de sentidos, como se dá a construção de imagens do enunciador e do co-enunciador, a inter-relação entre eles. Para isso, reunimos um corpus composto de blogs escritos por jovens da cidade de Uberaba, Minas Gerais. Para proceder à análise serão mobilizadas as categorias de ethos, cena enunciativa e gêneros do discurso.

Download PDF
O ensino de Espanhol no Brasil: crenças sobre as variações linguísticas
1/2/2012 a 1/2/2013  (Concluído)

Refletindo sobre o contexto atual de ensino de Espanhol no Brasil, relacionando-o aos materiais didáticos com foco na formação de professores e na variação linguística. Este trabalho surgiu por acreditamos que os materiais didáticos costumam privilegiar uma variante em detrimento de outra e por compreendermos que ao tratarmos desse tema é uma forma de tentar combater o preconceito linguístico e também reforçar a heterogeneidade da língua espanhola, a pluralidade linguística e a diversidade cultural. O referencial teórico desta pesquisa está ancorado nas OCEM (2006) que tratam do ensino de espanhol e nos estudos sobre crenças realizados por Barcelos (2006), Miccoli (2010), Zolin-Vesz (2013), dentre outros.Esta pesquisa se caracteriza como qualitativa e os sujeitos investigados serão professores de espanhol em serviço e pré-serviço. Os instrumentos utilizados para a coleta de dados serão questionários fechados, entrevistas semi-estruturadas e auto-relatos.

Download PDF
Sem medo de falar
Pesquisador(es): GALERA, Fernanda Apolinário. FREITAS, Bruna Faria Campos de. LIMA, Clarissa Navarro Conceição; PINTAR, Karla Cristiane; SOUSA, Renata Borges Fernandes; BORGES, Ana Carolina Martins. AMORIM, Josiane Amaral de. BORGES FILHO, Ozíris.
12/7/2011 a 15/7/2011  (Concluído)

Apresentação oral no XVI ENAPET.
O estudo das línguas estrangeiras é essencial e necessário nos dias de hoje. As línguas inglesa, espanhola e francesa estão entre as mais faladas no mundo, portanto vimos a necessidade de criar um projeto que englobasse essas línguas.
Com este projeto, não somente os alunos do curso de Letras mas também outros membros da comunidade acadêmica e externa têm a oportunidade de reforçarem seus estudos e aprimorarem a fala em inglês e espanhol, além de terem a oportunidade de aprender uma outra língua, a francesa.
Uma análise espacial do conto Substância de Guimarães Rosa
Pesquisador(es): Daniela Elisabete da Silva Pinto
1/7/2011 a 1/7/2012  (Concluído)

A Topoanálise visa descortinar o espaço, muito importante na construção dos sentidos dentro da obra literária, mas que nem sempre recebe a devida atenção. Como embasamento teórico principal, utilizaremos a teoria exposta no livro Espaço e Literatura: introdução à topoanálise (BORGES FILHO). Objetiva-se desvendar os inúmeros efeitos de sentido provocados a partir do espaço no conto Substância, que se encontra no livro Primeiras estórias, de Guimarães Rosa. Publicado em 1962, este livro teve grande repercussão pelo teor quase sobrenatural que povoa a maioria de seus contos e por sua linguagem simples, porém universal. Assim sendo, pretendemos analisá-lo para aprofundarmos nosso conhecimento a respeito do referido conto e também, quem sabe, contribuirmos com a bibliografia crítica a respeito da obra.

Download PDF
Páginas:  1   2   3  


Pet Letras
© Todos os direitos reservados
pet@letras.uftm.edu.br
UFTM - Uberaba.MG